Foto de perfil

Gerenciar pacotes no Debian 9 com o utilitário Debian Goodies

Conjunto de utilitários interessantes para gerenciar pacotes dpkg no Debian

O utilitário Debian Goodies é um pacote que incluem ferramentas usadas para gerenciar pacotes no Debian e sistemas derivados, como Ubuntu e Kali Linux.

Os utilitários desse pacote foram desenvolvidos afim de combinar muitas ferramentas usados na linha de comando do shell, e outras foram incluídas porque não poderiam ser desenvolvidas como pacotes próprios de distribuições baseadas em Debian.

A idéia é ver como usar os utilitários do pacote Debian-Goodies, que incluem os comandos dglob, debget, dpigs, dgrep, debmany, checkrestart, popbugs e which-pkg-broke.

Abaixo a descrição rápida de que faz cada um:

  • dglob – Produz a lista de nomes de pacotes que coincidam com uma string a ser buscada (pattern)
  • dgrep – Procura por todos os arquivos em um dado pacote usando uma regex
  • dpigs – Exibe qual pacote instalado usa mais espaço em disco
  • debget – Obtém/baixa um pacote .deb na base do APT
  • debmany – Escolhe páginas de manual de pacotes instalados ou removidos
  • checkrestart – Procura e reinicia processos que estão usando versões desatualizadas de arquivos atualizados
  • popbugs – Mostra um relatório de bugs críticos baseado nos pacotes que você usa.
  • which-phg-broke – Busca qual pacote pode ter quebrado outro.

Primeiramente vamos instalar o pacote:

# apt install debian-goodies

Uma vez que o pacote foi instalado, agora vamos verificar o uso de cada  utilitário fornecendo exemplos práticos.

1. Utilitário dglob

O dglob gera uma lista de nomes de pacotes ou arquivos, conforme especificado em um padrão. Para gerar o nome de todos os pacotes, simplesmente execute dglob ou inclua a opção -a:

# dglob

Claro que você pode contar quantos pacotes estão instalados, fazendo um pequeno filtro com o pipe e o comando wc com a opção -l, para contar as linhas:

# dglob | wc -l

Para verificar se um pacote existe  no seu sistema, execute o dglob com o nome do pacote. Nos exemplos abaixo nós iremos buscar pelo cmatrix, apache2 e iprange.

# dglob cmatrix
# dglob apache2
# dglob iprange

Abaixo a saída dos comandos:

 

 

 

 
 

 

 

 
 
 

 
 
Você pode imprimir uma lista de todos os arquivos no pacote especificado usando as opções -f.

 

 

 

 

 

 

 

 


2. Como usar o utilitário dgrep

O utilitário dgrep é usado para procurar por arquivos em nomes de pacotes especificados para uma expressão regular. Basicamente, percorre arquivos de pacotes que estão instalados em seu sistema e a maioria das opções usadas são aquelas usadas com o grep, exceto por algumas.

Para especificar uma pattern (uma string que deva coincidir, ou como dizemos, “casar”, que “bata”) use a opção -e.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

 

 
Nesse caso ele procurou pela string “README” dentro do pacote apache2.

Agora, para imprimir uma lista de arquivos dentro dos pacotes use a opção -l:

# dgrep -l conf apache2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para exibir apenas as partes correspondentes de uma determinada string,  use a opção -o.

# dgrep -o conf apache2

3. Como usar o utilitário dpigs

Este utilitário é bem simples e interessante. Simples e direto.

É usado para exibir os pacotes que usam mais espaço em disco no seu sistema. É muito importante especialmente quando você está ficando sem espaço em disco e precisa remover alguns pacotes.

Para encontrar pacotes consumindo muito espaço em disco no seu sistema, simplesmente execute:

# dpigs

Olha a saída dele que interessante:

 

 

 

 

 

 

 

 

Fica mais legal ainda quando usamos a opção -H, para exibir o tamanho dos pacotes de uma forma mais legível para nós seres humanos. Ficar calculando quanto são 188368 bytes é meio tenso (não impossível):

 

 

 

 

 

Confesso que ficou bem mais legal de visualizar. Agora o padrão é ele exibir os 10 pacotes que mais consomem espaço, por exemplo, supomos que queremos ver os 20 maiores pacotes, usamos a opção -n:

# dpigs -H -n 20

Olha a saída abaixo:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Interessante não acha? Bem, agora você pode visualizar todas opções do comando  usando o -h.

# dpigs -H -n 20

4. Como usar o utilitário debget

O debget é usado para obter um determinado pacote .deb  do banco de dados de pacotes do APT.

Vamos buscar os  arquivos .deb para os utilitários snort, rsyslog e zenity.

# debget snort

# debget rsyslog

# debget zenity

Depois verifique os pacotes baixados, digite:

# ls -lh

5. Como usar o utilitário debmany

Ele é usado para selecionar as páginas de manual de pacotes instalados ou desinstalados em seu sistema. Este utilitário permite que você visualize todos os manpages de um pacote. Se você não tiver ambiente gráfico, basta executar sem opções:

# debmany apache2

Olha  a saída que interessante.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Caso você use o KDE, pode inserir a opção -k, ou se você usar o Gnome, pode utilizar a opção -g.

6. Como usar o utilitário checkrestart

O chechstart é usado para localizar e reiniciar processos que estão usando versões antigas de arquivos que já foram atualizados.

Para usar checkrestart com todos os processos, use a opção -a.

# checkrestart -a

A saída do comando é grande, mas vamos exibir algumas coisas interessantes:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja que no início ele indica que existem 53 programas distintos e 35 arquivos. Informa também que alguns deles contém definições de serviços systemd ou scripts no qual podem ser usados para reiniciar os mesmos. O legal é que ele mostra também quais são e como reiniciar os serviços. Veja na imagem abaixo:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Agora como indicado na saída do comando, você pode reiniciar os serviços e scripts recomendados.

Pode-se também gerar uma saída detalhada do comando usando a opção -v:

# checkrestart -v

Outro comando bem interessante é o needrestart. Ele é ativamente mantido e suporta novas tecnologias como containers (LXC, Docker). As características do needrestart são:

  • Suporta (mas não requer) o systemd;
  • Tenta detectar atualizações do kernel pendentes;
  • Tenta detectar reinicializações necessárias de daemons baseados em interpretador (suporta Perl, Python, Ruby);
  • Totalmente integrado ao apt / dpkg usando hooks.

Vamos instalar primeiramente:

# apt install needrestart

Agora basta executar:

# needrestart

7. Como usar o utilitário popbugs

Ele é usado para mostrar uma lista de bugs críticos com  base nos pacotes que você costuma usar em seu sistema. Quando você executar popbugs sem qualquer opção pela primeira vez, ele mostrará uma mensagem de erro, você precisa instalar antes o pacote popularity-contest:

# apt install popularity-contest

Agora sim execute o comando popbugs, ele irá indicar que você não está rodando ainda e informa o que fazer:

# popbugs

 

 

 

 

 

Execute o comando indicado na sáida do comando:

# /usr/sbin/popularity-contest > /var/log/popularity-contest

Em seguida execute o comando jogando a saída para um arquivo chamado output.html

# popbugs --output=/tmp/output.html

Veja a saída abaixo:

 

 

8. Como usar o utilitário which-pkg-broke

É usado para encontrar pacotes que quebraram outro pacote. Às vezes, seu sistema pode ser quebrado por certos pacotes, especialmente ao atualizá-lo. Portanto, which-pkg-broke pode ajudá-lo a encontrar os pacotes que quebraram seu sistema ou um pacote particular no sistema.

Para descobrir pacotes que quebraram o apache2, execute este comando abaixo.

# which-pkg-broke apache2

 

Sumário

No Linux, temos alguns utilitários para facilitar e muito a vida dos sysadmins. É um aprendizado eterno, mas quando nos ajudam a resolver problemas no nosso dia-a-dia é fantástico. Artigo retirado de tecmint, e de páginas de manual.

Que a força esteja com vocês!!!

 

3 de fevereiro de 2019

No comments, be the first one to comment !

Deixe uma resposta

Todos os direitos reservados.

Login

dezessete + três =

Register

Create an Account
Create an Account Back to login/register